DANIEL GUEDES

© copyright 2019 | All rights reserved. 

Developed by

 

BIOGRAFIA

Considerado um dos mais importantes músicos brasileiros de sua geração, Daniel Guedes vem atuando como violinista, violista, camerista, professor e regente. Em 2017, assumiu o cargo de Regente Associado da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa.

Desde os 10 anos, Daniel Guedes atua como solista das principais orquestras brasileiras e, também, nos EUA, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Noruega, Itália e América do Sul. Como regente, atuou frente à Orquestra Sinfônica Brasileira, Sinfônica de Campinas, Sinfônica da Bahia, Sinfônica da Paraíba, Sinfônica da UFRJ, Sinfônica da USP, entre outras. É regente da Academia Jovem Concertante, projeto criado pela pianista Simone Leitão.

Como camerista, vem atuando ao lado de músicos como Shmuel Ashkenasi, Pinchas Zukerman, Arianna String Quartet, Daniel Gortler, Ricardo Castro, Fábio Presgrave entre outros. Além disso, integra o renomado Quarteto da Guanabara, grupo fundado por Mariuccia Iacovino, que acaba de completar cinquenta anos de existência. Seu duo com o violonista Mario Ulloa vem percorrendo os principais festivais do Brasil e atuando em importantes teatros no Brasil e no exterior, trazendo um repertório inédito e inovador para esta formação.

Daniel Guedes é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Diretor Artístico do Festival Internacional de Música de Barra Mansa.

Carioca, nascido em 1977, Daniel iniciou seus estudos de violino aos sete anos com seu pai e logo ingressou no Conservatório Brasileiro de Música. Em 1991 ganhou bolsa de estudos da Capes para estudar em Londres, tendo sido aluno de Detlef Hahn na Guildhall School of Music. Posteriormente cursou bacharelado e mestrado na Manhattan School of Music de Nova York, na classe de Pinchas Zukerman e Patinka Kopec no Pinchas Zukerman Performance Program. Estudou música de câmera com Sylvia Rosenberg, Isidore Cohen e Arnold Steinhardt e regência com Pinchas Zukerman e Mika Eichenholz. Foi vencedor de vários concursos, destacando-se o Jovens Concertistas Brasileiros, que venceu com apenas 13 anos de idade, e a Waldo Mayo Memorial Award, em Nova York, prêmio que lhe valeu concerto no Carnegie Hall tocando o Concerto n°1 de Max Bruch. 

Guedes não é um simples virtuose: é um músico de técnica brilhante, mas acima de tudo um artista excepcional.

O Globo

grupos

QUARTETO DA GUANABARA

 
 

AGENDA

 

DISCOGRAFIA

Daniel lançou seu primeiro CD em 2000, pelo selo Niterói Discos, e em 2004 gravou o CD Impressões Brasileiras, tocando obras de Villa-Lobos, Lorenzo Fernândez, Flausino do Vale, Nelson Macêdo e Alceo Bocchino, com Flávio Augusto ao piano. Mais tarde, em 2005, gravou o CD Ya Mariamu, com Fábio Presgrave e Rami Khalife, com obras de Astor Piazzolla. Gravou um CD com sonatas de Beethoven para violino e piano com Ilan Rechtman para o selo Well-Tempered Productions. Gravou, também, os CDs Suíte das Origens, com obras de Nelson Macêdo, Violão e Violino e Amor em Paz com Mario Ulloa, ambos lançados pelo selo Rob Digital.

 
 
 

contato